Exposição Garret Kane - www.falamaestro.com.br

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Seções > Notas, Clips & Notas
 
Artista nova-iorquino inaugura exposição inspirada na cidade de São Paulo na apArt
 
 
Escultor utilizou materiais dispensados pela natureza que encontrou no Parque Ibirapuera para criar suas peças
 
 
O escultor nova-iorquino Garret Kane tem na interação entre tecnologia e natureza uma de suas principais temáticas. E o público brasileiro terá a oportunidade de conhecer, em uma exposição inédita, o trabalho do artista, que inaugura a mostra “Park to Parq” no dia 08 de março de 2018, na apArt Private Gallery, em São Paulo. A exposição acontece no mesmo local em que o escultor está hospedado desde o início do ano e onde vem criando suas peças.
 
 
Primeira galeria de arte a funcionar dentro de um apartamento, a apArt oferece o serviço exclusivo de Residência de Artistas. Nesse período, Garret reuniu inspiração pela cidade e recebeu curiosos e apreciadores para acompanhar seu processo de criação das obras, por isso uma exposição inédita diretamente do maior parque de NY para o maior parque de SP.

 
 
Natureza e Tecnologia
 
“Para mim, é muito claro como natureza e tecnologia estão sempre relacionados. A natureza é um fenômeno que muitas vezes o homem tenta recriar através da tecnologia. É a ideia de copiar e alterar a natureza de acordo com nossa própria imagem”, explica o escultor.

 
 
Uma de suas obras mais conhecidas é a gigante Golemecha, com mais de dois metros de altura. A escultura ficou exposta no icônico Flatiron Building’s Prow Artspace e reúne folclore judaico (na figura lendária da criatura protetora Golem) com os famosos robôs gigantes da cultura pop japonesa, conhecidos como “mecha”. Utilizando peças em 3D, musgo, malhas de arame, raízes, bonsais e luzes LED, o escultor cria uma espécie de defensor de tudo.   
 
 
Garret explora formas padronizadas para que suas obras dialoguem entre si. Para isso, o artista trouxe de Nova York pequenos moldes hexagonais impressos em 3D para representar a tecnologia, mas ele não tinha uma ideia exata do que faria com elas. “Minha primeira impressão sobre São Paulo foi uma união de grandes edifícios de concreto branco com pequenos núcleos de floresta densa. Dessa forma, utilizei os hexágonos como uma maneira de interpretar a cidade e a interação entre homem e natureza”, conta o artista.   

 
 
Os elementos naturais presentes em cada obra - como cristais, pedras, madeiras e folhas secas - foram em sua maioria coletados nas ruas e no Parque Ibirapuera, atribuindo assim um conteúdo mais literal ao conceito da exposição. Cada obra segue regras, cores, formas e escalas diferentes para chamar a atenção e criar algo não apenas conceitual, mas também esteticamente agradável ao olhar.
 
 
Vale destacar a escultura “Mãe Natureza”, que traz a ideia da própria essência da natureza, longe da cidade. Como explica Garret, essa é uma obra feminina: “ É uma mãe que assume o controle e resgata a natureza do homem. Mas ela também pode ser interpretada como uma guardiã das florestas e da natureza como um todo.” Para essa obra, todos os pedaços de madeira utilizados foram coletados no Parque Ibirapuera.
 
 
A exposição conta com o apoio da Udegustar uma empresa que liga pessoas por laços afetivos ou sociais para saborear, provar e experimentar com deleite, enaltecendo a comensalidade através do personal chef Edu Lopes. (www.udesgustar.com) (instagram: @udesgustar)

 
 
Serviço: Exposição “Park to Parq”, por Garret Kane
 
Inicio: 08 de março de 2018
 
Local: apArt Private Gallery
 
Para agendar uma visita, entre em contato através do site www.apartprivategallery.com ou pelo e-mail apart@apartprivategallery.com.
 
(instagram: @apart.gallery
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal